Carlos Nascimento (sentado, à esquerda), apresentador do Jornal do SBT, em palestra no Senac de Piracicaba.

Frente Parlamentar em Defesa do Diploma de Jornalista foi lançada novamente ontem, na Câmara. Propostas que restabelecem a necessidade do Diploma dependem de decisão política dos presidentes (CF e Senado) e líderes de bancadas. 

“Achei que foi um tremendo desrespeito. Me senti como lixo”, respondeu o jornalista Carlos Nascimento, apresentador do Jornal do SBT, quando perguntado sobre a queda do diploma de jornalista por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em 2009. O assunto, entre outras questões envolvendo a profissão de jornalista e Imprensa, foi abordado em palestra de Nascimento no Senac de Piracicaba (SP), dia 24 de Setembro. “A regulamentação do Diploma, embora tenha sido na época da Ditadura (decreto de 1969, regulamentado em 1979), foi importante para estabelecer regras, profissionalizar, para que os jornalistas conquistassem salários melhores”, completou ele.

A opinião de Nascimento, com um histórico profissional que se mistura à história da imprensa brasileira dos últimos 40 anos, ecoa o sentimento da ampla maioria dos jornalistas profissionais do País, ofendidos com a equivocada decisão do STF e temerosos sobre as consequências que isso acarretará ao futuro da profissão e à qualidade do Jornalismo. “Hoje, com a Internet, qualquer pessoa se candidata a ser jornalista. Daqui pra frente, acho que vai ficar mais difícil. Creio que haverá mais oportunidades, mas menores salários.”, disse Nascimento, entre outras considerações, nas quais demonstrou preocupação com o futuro da profissão de Jornalista em decorrência das novas mídias e consequente impacto nos tradicionais modelos de veículos de comunicação jornalística.

Frente Parlamentar e PEC´s  tentam restabelecer necessidade do diploma 

Lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Diploma de Jornalista, ontem à noite, na Câmara.

No início da noite de ontem, mais de dois anos após a decisão do STF, fundamentada na “liberdade de expressão” prevista na constituição Federal de 1988, foi lançada na Câmara Federal, pela segunda vez, a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Diploma de Jornalista, encabeçada pela deputada Rebecca Garcia (PP-AM), com mais de 200 assinaturas. O principal objetivo da Frente é viabilizar a votação e aprovação de uma das duas Propostas de Emenda Constitucional (PEC´s ), que pretendem deixar claro na Constituição a necessidade do diploma universitário específico para o exercício da profissão de jornalista.

As duas PEC´s já passaram por todas as comissões permanentes e estão prontas para entrar na pauta dos parlamentares. Isso depende, apenas, da vontade política dos presidentes da Câmara e do Senado e da adesão de líderes de bancadas ou, ao menos, da maioria deles. Pelas informações mais recentes que temos da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), do Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo e dos deputados envolvidos nessa iniciativa, como Rebecca e Paulo Pimenta (PT-RS)_ autor de uma das PEC´s (386/09)_, a situação indica possibilidade de aprovação do pleito. Segundo notícia veiculada ontem no site do Sindicato dos Jornalistas de SP, a proposta de Pimenta já conta com o “apoio declarado de 109 parlamentares”.

“Muito provavelmente conseguiremos aprovar essas PEC´s. (…) Queremos evitar essas pessoas que querem se aproveitar da não exigência do diploma. (…)”, disse Rebecca Garcia, em entrevista à Rádio Câmara, ontem pela manhã. Outra notícia do Sindicato de SP informava, no final da tarde de ontem, que o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) comprometeu-se, mais uma vez, durante a sessão extraordinária de quarta-feira (dia 5), em colocar a PEC na ordem do dia antes do final do ano, para debate e votação. Gostaria, sinceramente, de acreditar nisso!

Fontes:

Rádio Câmara- http://www.camara.gov.br/internet/radiocamara/?lnk=0957-ENTREVISTAREBECCA-GARCIA-EXPLICA-TRABALHO-DA-FRENTE-EM-DEFESA-DO-DIPLOMA-DE-JORNALISTA-0757&selecao=MAT&materia=127913&programa=41

Sindicato dos Jornalistas de SP- http://www.jornalistasp.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=3554&Itemid=1

http://www.jornalistasp.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=3553&Itemid=2

OBS.: Veja posts anteriores relacionados

Anúncios